14 de jun de 2009

Mistério da Lua.

O que é a ilusão da lua?
Assim chamada "ilusão da lua" ou "efeito da lua" tem intrigado as pessoas desde os tempos históricos mais antigos, pelo menos tão cedo quanto o século 7 AC. É descrita em manuscritos antigos Gregos e Chineses. Aristóteles a menciona em 350 AC.
A lua parece maior em tamanho angular quando está próxima do horizonte que quando está alta no céu. Algumas pessoas julgam que ela parece dobrar de tamanho, mas a estimativa comum é de 50% a 75% maior no horizonte que no zênite.
Este não é um efeito pequeno. O Sol exibe a mesma ilusão, mas olhar o Sol diretamente a olho nu é perigoso sem as precauções adequadas, assim vamos deixá-lo fora desta discussão. A mesma ilusão é observada com qualquer objeto extenso no céu, como uma constelação.

O que ela não é
Nós sabemos que este fenômeno não é um efeito físico ou atmosférico, como pode ser demonstrado facilmente fotografando a lua no céu a várias elevações e comparando seu tamanho nos negativos. O tamanho angular da lua é quase constante, a lua subtende aproximadamente 0.5 grau no céu. Também é possível verificar isto com instrumentos de observação.
Um efeito físico real faz o tamanho angular da imagem da lua na retina ser aproximadamente 2% menor quando ela está no horizonte, comparado a seu tamanho ao zênite. Isto é devido ao fato de que a lua está um raio da terra mais distante quando observada no horizonte. Esta mudança de tamanho de zênite para horizonte é muito menor, e no sentido oposto do efeito da. Uma mudança em quantidade tão pequena não é grande o bastante para ser notada com nosso sistema visual sem auxílio de instrumentos.

Algumas pessoas supõem que o efeito da lua se deve à refração atmosférica. Efeitos de refração podem ser medidos com instrumentos ou máquinas fotográficas, e nós de fato descobrimos que a refração faz o disco da lua subtender um ângulo menor no céu que teria se a atmosfera não estivesse presente. E estes efeitos de refração fazem o diâmetro angular horizontal aparente da lua ainda menor (em aproximadamente 1,7 por cento) quando a lua está perto do horizonte! Estes efeitos físicos podem ser confirmados com telescópios e máquinas fotográficas.


4 comentários:

Vinicius Escano disse...

Muito bom post, eu já havia reparado nesse fenômeno. O céu e seus mistérios.
Valeu, abraços

Bala Salgada disse...

Obrigada, estou te seguindo também.

Este é assunto que nunca estudei, será interessante.

moreijo disse...

Lua... o minha querida Lua... quantos mistérios tens...valeu amor seu post foi excelente...beijos...fuiiiiiiiiii

Anônimo disse...

LUA SIMPLESMENTE BELE E MISTERIOSA, O QUE SERIA DE SEUS APAIXONADOS SE NÃO FOSSE VC..........E SUAS PALAVRAS FORAM BELAS E PROFUNDA E APROVEITO E DEIXO O CONVITE P TODOS VISITAREM O MEU BLOG E DEIXAREM SEUS COMENTARIOS....BJS A TODOS!!!
E APROVEITO E CONVIDO VC A TAMBÉM VISITAR O MEU BLOG, AGUARDO POR VC!!!
DANY
http://wwwdanylua.blogspot.com